• ENTRAR
  • Nenhum produto no carrinho.

Psicoterapia Breve é breve mesmo?

Entre psicólogos, estudantes de Psicologia ou simplesmente pessoas interessadas no ramo, há algumas dúvidas em relação ao conceito de psicoterapia breve. O termo “breve” por vezes é associado com a duração da psicoterapia, que precisou sofrer modificações para acompanhar o processo de modernização da sociedade. Mas ela é realmente breve?

A psicoterapia breve surgiu por volta da segunda metade do século XX, com a intenção de reduzir o tempo das sessões de psicoterapia, uma vez que as análises costumavam ser muito longas ou frequentes durante a semana, e a população, como um todo, principalmente após a Revolução Industrial, tornou-se mais acelerada e apressada. Frente a esse cenário, foram consolidadas ideias de teóricos e estudiosos inseridos na psicanálise para a adoção de um processo mais focal e mais específico ao problema apresentado pelo indivíduo na psicoterapia.

 


➤ Conheça nosso curso: https://grupoeducativa.com.br/course/psicoterapia-breve-diagnostico-e-intervencao/


 

Esse novo mecanismo de psicoterapia breve recebeu críticas pela forma em que conduzida o tratamento. No entanto, ele conta com características da psicanálise, da terapia cognitiva comportamental, além do existencialismo, tornando-se uma integração de conhecimentos para resolver um problema específico.

Portanto, é denominada “breve” porque é focal, ela trabalha com um problema individual do paciente, mas não necessariamente implica que é um período muito curto, e sim um período mais preciso determinado entre o terapeuta e o paciente, seja por meio do número de sessões ou um tempo de fato.

Em outras palavras, a psicoterapia breve é caracterizada por um trabalho focal, em que outros problemas envolvidos ou identificados durante o processo de diagnóstico não são considerados para tratamento, resolve-se somente o problema específico solicitado pelo paciente naquele momento. O terapeuta e o paciente trabalham com o objetivo de aprimorar a qualidade de vida do paciente em relação à problemática trazida por ele na psicoterapia.

 

 


➤ Conheça nosso curso: https://grupoeducativa.com.br/course/psicoterapia-breve-diagnostico-e-intervencao/


 

Quer receber mais dicas em Psicologia? Se inscreva no meu canal do Youtube clicando no link abaixo, que semanalmente enviarei para você!

➤ INSCREVA-SE: https://grupoeducativa.com.br/youtube

FAÇA UM CURSO GRATUITO: https://grupoeducativa.com.br/gratuito

 

Há 30 anos trabalho formando psicólogos brasileiros e quero agora compartilhar esse conhecimento com você. Quer saber o que vou falar na próxima DicasPsi? Entre no meu site e outras redes sociais, que encontro com você muito em breve!! Até já!

➤ FACEBOOK – https://grupoeducativa.com.br/facebook
➤ INSTAGRAM – https://grupoeducativa.com.br/instagram

 

Sobre Maria Angelica:

Maria Angélica Gabriel é graduada em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1985), especialista em Psicologia Social, mestre em Psicologia (Psicologia Social) pela Universidade Gama Filho (1996).

Professora de cursos de Graduação com ênfase em educação e saúde mental. Credenciada pela CABERJ, Petrobrás – Petróleo Brasileiro e Petrobrás Distribuidora S/A para atendimento de funcionários com conflitos relacionados ao ambiente de trabalho e outros. CREDENCIADA PELA POLICIA FEDERAL PARA AVALIAÇÃO DE APTIDÕES PARA POSSE E PORTE DE ARMA DE FOGO. Possui 30 anos de experiência em gestão de instituições de ensino. Professora e mentora de cursos de graduação, aperfeiçoamento, pós-graduação e extensão, presenciais e online. Autora de projetos pedagógicos e normas de elaboração de trabalhos acadêmicos e outros documentos relacionados ao ensino. Mentora e coordenadora de projetos sociais e de pesquisa.

Recebeu o Prêmio de Professora Cidadã Responsável Social em 2014 e o Prêmio de Responsabilidade Social com o Projeto Educando para a Paz na Força de Pacificação da Maré pelo Exército Brasileiro em 2015. Membro do Conselho Comunitário de Segurança da AISP22 – Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro (2013-2015).

19 de abril de 2021

0 respostas em "Psicoterapia Breve é breve mesmo?"

    Deixe uma resposta

    %d blogueiros gostam disto: